Quer abrir um e-commerce e não sabe por onde começar? Já abriu, mas ainda não alcançou o que deseja? Teve algum tipo de negócio online e acabou não dando certo?

O SEBRAE elaborou uma série orientações que está disponível gratuitamente no Youtube. Com elas, tudo fica mais fácil para quem tem um micro ou pequeno negócio na rede.

Assista o primeiro vídeo da série abaixo:

O volume de negócios realizados pelo comércio eletrônico não para de crescer no Brasil. Segundo estimativas feitas por consultorias especializadas, o e-commerce faturou R$ 16 bilhões somente no primeiro semestre de 2014 e deve continuar crescendo cerca de 10% ao ano até 2017.

Os episódios reúnem questões como a importância da utilização de ícones na navegação, a necessidade de acelerar o tempo de carregamento das páginas e facilitar as operações de compra online. Além, de orientação para decisões estratégicas.

Segue, abaixo, uma amostra:

1 – Facilite o fluxo de compra e permita que o processo seja curto

O cliente deve conseguir chegar ao produto desejado com, no máximo, três cliques. Para isso, organize tudo como em prateleiras, com filtros de busca úteis e inteligentes. Abandone formulários inacabáveis ou a possibilidade de muitas páginas até confirmar uma compra. Ofereça a opção de armazenamento de dados para compras futuras. E fique atento as normas sobre a retenção de dados do consumidor.

2- Use ícones para facilitar a navegação e marcação visual feita por clientes

Utilize com ícones com desenhos que agilizem a compreensão do consumidor. O “carrinho de compras” é fundamental. O número do pedido, endereço, prazo para entrega e contato do fornecedor também podem vir representados por ícones. Com um site mais ágil e fácil, o cliente retorna para novas aquisições.

3 – Valorize o “feedback”

Disponibilize para o cliente todos os passos da compra virtual. Da visualização do produto à entrega. Seja claro. Faça um feedback constante. As páginas devem carregar no máximo em cinco segundos, com no máximo de um megabyte.

4 – Dê mobilidade ao seu site

Cada vez mais, as pessoas acessam a rede usando dispositivos móveis. Mas, na hora de adaptar seu site de compras para a tela do celular, alguns cuidados merecem atenção. O negócio é optar por um layout que facilite a navegação; um layout responsivo (se adapta a qualquer tela). Na compra online pelo celular ou tablet, o cliente quer a mesma eficiência que ele busca quando acessa o site da loja em um computador convencional.

5 – Divulgue boas fotos dos produtos

Fotos em boa qualidade dos produtos são essenciais para que o cliente possa ver os detalhes e tenha confiança para fazer a compra. Humanize as imagens, colocando pessoas usando os itens exibidos. Isso oferece uma ideia do tamanho do item. Opte por fotografias bem produzidas e de vários ângulos.

6 – Agregue valor à marca

Conquiste a clientela e consolide sua marca. Tenha uma logomarca bem desenhada. Nessa etapa, credibilidade é essencial. Para conquistá-la: atenda aos prazos de entrega, cumpra tudo o que prometeu. Entregue o produto correto, com cor, tamanho escolhidos pelo seu cliente e sempre com qualidade. Resolva os contratempos com rapidez e mantenha um bom relacionamento com seu público.

7 – Carregamento ágil é a alma do negócio

O cliente não espera além do necessário para carregar uma página. Se demorar, o possível comprador parte para outra loja virtual. Imagem pesada só serve pra atrapalhar o tempo de carregamento de uma página. Adote imagens com formato e tamanho adequados para uma navegação rápida.

8 – Invista em logística e utilize embalagem adequada

Cumpra os prazos de entregas. Mantenha o controle do seu estoque e uma logística impecável. Embale adequadamente os produtos para envio.  Capriche na marca e identidade visual. A embalagem deve ser: eficaz, segura e encantar o cliente. Peso, tamanho, fragilidade é o que determina a escolha do material e a forma da embalagem.

9 – Fique de olho em SEO

Faça tudo para garantir o destaque do seu site na internet. Já ouviu falar em SEO ou Search Engine Optmization? Um conjunto de métodos que melhora a visibilidade da sua página em sites de busca. As estratégias de SEO reduzem a taxa de rejeição do site, aumenta o tempo de navegação e melhorar a visibilidade. Quanto mais links da sua loja aparecerem em páginas externas, mais ela sobe cada vez no ranking das buscas.

10 – Adote uma política transparente e cumpra a legislação do setor

Cumpra as normas recomendadas e leis específicas que buscam garantir tranquilidade para cliente e lojista na hora da compra. Fique atento à norma ABNT NBR ISO 10008 e ao decreto 7962. A razão social da empresa e o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) devem estar em local visível no site, o cliente também precisa saber onde achar a empresa fisicamente, essa informação deve estar no site, assim como email de contato e telefone da empresa ou SAC. As políticas de troca da empresa devem ser claras. Avise sempre sobre despesas extras, como frete. Explique bem as promoções, assim como o prazo de duração; a ideia é vender e não enganar.

Fonte: Host Net / Sebrae